7 dicas para organizar as finanças do seu negócio

Resultado de imagem para custo.img

 

A organização das finanças representa um ponto fundamental na vida de todos nós, dificuldades financeiras afetam diretamente a produtividade no trabalho. Ao contrário do que pode parecer, a estabilidade e organização financeira depende de ações relativamente simples, basicamente de planejamento e disciplina

Veja as dicas abaixo:

 

1 - Faça um planejamento

Antes de começar o mês, é muito importante fazer um planejamento orçamentário do seu negócio. Nesse tópico, entra tudo. O empreendedor deve saber quanto vai ter de receita, quanto vai gastar e, principalmente, qual é a expectativa de lucro, ou de prejuízo, para o mês. Mesmo nunca tendo feito isso, inicie colocando no papel as principais contas do escritório, incluindo seu salário e assim vá avançando.

2 - Calcule seu preço

É nesse item que muitos empreendedores erram. Na hora de criar o preço do produto, estabelecem um valor de acordo com o mercado sem calcular a situação financeira de seu negócio. Para a precificação, é necessário analisar os insumos, as despesas fixas, o lucro, impostos e seu pró-labore. Se o valor ficar acima do que tem pesquisado de seus concorrentes, basta repensar a sua margem de lucro para conseguir se adequar.

 

2 – Defina prioridades

Caso seu orçamento esteja em desequilíbrio, os gastos estão maiores que as receitas, o caminho é reduzir imediatamente as despesas. Defina prioridades e tire o que não é essencial. Esse período de ajuste requer que você seja disciplinado! Coloque o que é necessário, lembrando do que é importante para que seu serviço ou produto seja finalizado. Neste momento as compras supérfluas podem esperar até que o equilíbrio financeiro seja retomado.

 

3 – Aprenda a usar o dinheiro

A maioria das pessoas se preocupam em aprender como ganhar dinheiro, mas não como usá-lo. Existe uma grande diferença entre as duas situações. Não adianta conhecer as contas se você não acompanha. Todos conhecem histórias de empresários que acumularam fortunas, mas que terminaram falidos. Nada melhor que aprender com os erros dos outros. Leia, estude os números da sua área, busque informação sobre finanças.

 

4 – Estabeleça objetivos financeiros

 

Determine um valor, um prazo e um objetivo financeiro a ser atingido. Organize-se de forma a criar as condições para que a meta seja cumprida. Exemplo: comprar um novo computador para o escritório no valor de R$ 3 mil, dentro de 6 meses. Analise seu orçamento e veja como reorganizá-lo de forma a adquirir o computador no prazo estabelecido.

 

5 – Poupar sempre

Não há organização das finanças sem poupar. É a reserva de capital que permite que a pessoa enfrente situações emergenciais ou crises sazonais, como os momentos de baixa nas vendas, encare como compromisso a tarefa de guardar de 10% a 20% de sua receita mensal para o fundo de reserva da sua empresa.

 

6 – Aprenda a investir

A partir de um determinado nível de organização das finanças, a pessoa dispõe de recursos para investimento. As contas estão em dia, não há dívidas pendentes e a meta de gastar menos do que ganha virou lei. Chegou a hora de fazer o dinheiro trabalhar para você!

 Busque investimentos de acordo com o seu perfil. Para isso, comece a entender sobre investimentos e veja quais são os pontos que possam te trazer lucro e retorno positivo.

 

7 – Disciplina, antes de tudo

Nenhuma das dicas anteriores funcionará, se você não tiver disciplina para organizar as suas finanças. Seguir o planejamento traçado é fundamental para que seu negócio tenha crescimento. As tentações do consumo surgem a todo instante e é preciso se manter permanentemente focado no objetivo financeiro.

 

Quer aprender a fazer tudo isso na prática? Participe da imersão Evolvers - Multiplicando Resultados - fale com a equipe da Evolvers e reserve sua vaga.